Cidades

Pastor evangélico é acusado de estuprar enteada de 14 anos em Ilha Solteira



Um inquérito policial foi aberto pela Delegacia de Defesa da Mulher de Ilha Solteira, interior de São Paulo, para investigar um caso de estupro de vulnerável envolvendo um pastor evangélico de 45 anos e sua enteada de apenas 14 anos de idade.

De acordo com relatos, o suspeito foi flagrado pela própria esposa beijando e acariciando a adolescente enquanto ela dormia na sala da residência da família, no último fim de semana. Ao se deparar com a cena, a mulher gritou e ameaçou acionar a Polícia Militar, momento em que o pastor fugiu do local.

Durante depoimento, a vítima confirmou que vinha sofrendo abusos sexuais do padrasto há anos, e revelou que já havia denunciado os fatos à mãe anteriormente, mas não foi acreditada. O casal, que tem um filho juntos, vivia junto há aproximadamente nove anos.

As investigações seguem em andamento sob condução da delegada Carolina Tucunduva, responsável pelo caso. Até o momento, contudo, o paradeiro do pastor suspeito pelos crimes de estupro de vulnerável contra a enteada ainda não foi localizado pelas autoridades policiais.

A Delegacia de Defesa da Mulher pede que qualquer informação que possa auxiliar na localização e prisão do acusado seja prontamente repassada.


RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.

Mais sobre Cidades