Cidades

Jovem fisga pirarucu de mais de 115 quilos em rio de Cardoso



Jovem fisga pirarucu de mais de 115 quilos em rio de Cardoso
Peixe foi pescado no Rio Turvo em Cardoso — Foto: Arquivo Pessoal/Tiago Aparecido dos Santos

O comerciante Tiago Aparecido dos Santos, de 18 anos, fisgou um pirarucu com 117 quilos na tarde da última quinta-feira (20), no Rio Turvo, em Cardoso, interior de São Paulo.

A espécie é natural da bacia amazônica e começou a aparecer nos rios da região noroeste paulista depois que uma barragem onde o peixe era criado em cativeiro se rompeu.

“Usamos isca artificial para fisgar. Não foi fácil tirar da água. Não é história de pescador, não. Tem vídeos e fotos para comprovar”, brinca o jovem Tiago Aparecido dos Santos.

Tiago dos Santos já conseguiu fisgar outros pirarucus no mesmo trecho do Rio Turvo, mas nunca um tão pesado quanto o último.

“Meus amigos Guilherme e Nivaldo me ajudaram a tirar o peixe da água, assim como outras pessoas que estavam no rio. Nós fizemos a pesagem. Deu 117 quilos, mas o rabo ficou relando no chão, então, na verdade, o peixe é mais pesado ainda”, conta.

O comerciante também relata que a espécie tomou conta do Rio Turvo, prejudicando peixes nativos da região noroeste paulista.

“Tem muito pirarucu. Se a gente não continuar pescando, vai chegar uma hora que não vai ter outro tipo de peixe. Muita gente não sabe o estrago que o pirarucu faz em um rio como o nosso”, diz.

De acordo com a Polícia Ambiental, o pirarucu é uma espécie invasora. Portanto, a pesca é liberada no interior de São Paulo, inclusive durante a época da piracema.

Pesagem do pirarucu deu mais de 110 quilos  — Foto: Arquivo pessoal/Tiago Aparecido dos Santos

Pesagem do pirarucu deu mais de 115 quilos — Foto: Arquivo pessoal/Tiago Aparecido dos Santos